Temperatura ideal para vinho: entenda as diferenças de cada tipo!

Como fazer harmonização de vinhos: passo a passo do que deve ser observado
1 de junho de 2020
Entenda como funciona um clube de vinho
29 de junho de 2020

A temperatura correta para servir o vinho costuma ser um tema um pouco polêmico. Aquela ideia de que “vinho deve ser servido na temperatura ambiente” já ficou para trás há anos, especialmente nos países tropicais e temperados.

Caso você não more em um lugar em que a média de temperatura fique sempre entre 15°C e 20°C todos os dias, você nunca vai beber o vinho em temperatura ambiente. Ainda assim, caso more, só conseguirá o feito com os vinhos tintos. Brancos e espumantes nem pensar.

Quer ficar por dentro da temperatura ideal para vinho e ainda descobrir outras curiosidades sobre o mundo da enologia? Continue a leitura do artigo!

Qual a temperatura ideal para cada tipo de vinho?

Sabia que nem todos os vinhos devem ser servidos na mesma temperatura? Cada um tem um tipo de característica e, por isso, tem uma temperatura ideal para ser apreciado. Veja abaixo!

Vinho branco

Nos vinhos brancos, é importante valorizar especialmente o seu frescor. Sendo assim, temperaturas mais baixas são mais recomendadas. Mas fique de olho para não gelar demais e o perfume do vinho ficar apagado. A temperatura recomendada por especialistas para vinhos brancos é:

  • brancos leves — 7°C a 9°C;
  • brancos amadeirados ou envelhecidos — 10°C a 12°C;
  • brancos licorosos — 10°C a 12°C;
  • rosés — 9°C a 12°C;
  • Late Harvest — 8°C a 12°C.

Espumantes

Os espumantes também devem ser servidos em temperaturas mais baixas. Se servidos quentes, o gás carbônico, que produz as borbulhas, se desprende mais rápido. A temperatura recomendada por especialistas é:

  • espumantes — 6°C a 8°C;
  • Champagnes Vintage/Miléssimé — 9°C a 12°C.

Tintos

Os vinhos tintos, por serem mais complexos e terem muitas variações, precisam de mais atenção. Ao servir um tinto em temperatura muito baixa, ele pode não ser tão agradável na boca, pois os taninos e a acidez não serão evidenciados. Por isso, as temperaturas recomendadas para servir os vinhos tintos são mais altas que as dos brancos. A temperatura ideal para vinhos tintos é:

  • tintos leves (Beaujolais, por exemplo) — 12°C a 15°C;
  • tintos sem madeira e/ou jovens — 14°C a 15°C;
  • tintos médios — 15°C a 16°C;
  • tintos encorpados e/ou envelhecidos — 16°C a 18°C;
  • Late Harvest — 8°C a 12°C;
  • Porto e fortificados em geral — 14°C;
  • Porto Vintage — 16°C a 18°C.

E a temperatura do armazenamento?

A temperatura de armazenamento também provoca controvérsias, pois nem sempre a temperatura ideal para armazenamento é a mesma da de serviço.

Para quem tem o privilégio de ter uma adega climatizada, é bom que a temperatura fique entre 15°C e 16°C. Se o vinho precisar ser servido mais quente que isso, um tempo em temperatura ambiente resolve. Se for necessário resfriar ainda mais, só usar um balde de gelo ou colocar um pouco na geladeira.

Se não tiver uma adega climatizada, coloque a garrafa para resfriar na geladeira mesmo ou use um balde de gelo antes de servir. Nesses casos, o ideal mesmo seria um termômetro de garrafa para ter certeza de que o vinho chegou na temperatura adequada.

Quais características podem ser analisadas?

Cada vinho apresenta um tipo de comportamento em relação às suas características de acordo com a temperatura em que é servido. Veja mais detalhes abaixo!

Corpo

O cheiro só é suscetível aos vapores e os vinhos mais encorpados são mais pesados que os outros. Esse é um dos motivos pelos quais os vinhos tintos são degustados a uma temperatura maior que os espumantes e os brancos.

Casta

Alguns tipos de uvas resultam em vinhos mais voláteis que outros. A Pinot Noir é mais volátil que a Cabernet Sauvignon, por exemplo, por isso os Borgonhas normalmente são servidos mais frios que os Bordeaux.

Tanicidade

O tanino é um elemento presente nas sementes e na casca dos vinhos. Ele fica evidente nos vinhos tintos e dá a impressão de travamento da boca. Quanto menor for a temperatura, mais acentuado fica o tanino. Ou seja, se a bebida estiver muito gelada o vinho não fica agradável de ser consumido.

Aroma

Quanto mais alta for a temperatura, mais rápida será a evaporação e, assim, o perfume fica mais evidente. Mas tudo deve ser moderado, pois o aroma nos vinhos brancos já é intenso. Temperaturas muito altas deixam os vinhos deselegantes, temperaturas muito baixas escondem o perfume. Por isso, é preciso ter equilíbrio.

Doçura

A temperatura alta deixa os vinhos mais doces, enquanto o frio deixa os vinhos menos doces. É preciso ter cuidado para que essa característica não estrague o rótulo escolhido por causa da temperatura.

Qual o melhor vinho de acordo com as estações do ano?

Nem todas as estações combinam com todos os tipos de vinhos. Algumas pedem algo mais refrescante, outras algo mais encorpado. Confira!

Vinhos de verão

Para quem acha que verão não combina com vinho está muito enganado. A estação mais quente do ano vai muito bem com diversos tipos de vinhos, como os espumantes, que são ótimos para dias ensolarados, pois são refrescantes e têm textura leve. O melhor tipo vai depender do gosto de cada um. No caso de vinhos, é melhor optar pelos mais frutados, como os brancos, verdes e rosés.

Vinhos de outono

No outono, as temperaturas já estão mais amenas, então já é possível apreciar vinhos mais encorpados se o clima permitir. Os vinhos tintos das uvas Malbec, Carmenere e Merlot são boas opções. Os brancos são recomendados o Chenin Blanc ou o Chardonnay. Avalie o clima do dia e faça sua escolha.

Vinhos de inverno

Chegou a estação perfeita para os vinhos. Agora dá para degustar os vinhos bem mais encorpados, brancos ou tintos. As uvas Cabernet, Malbec, Syrah e Tannat combinam muito bem com essa estação do ano. Para quem gosta dos vinhos brancos, o Sémillon e o Chardonnay são boas opções.

Vinhos de primavera

Nessa época, já podemos começar a voltar para os vinhos mais frutados, pois a temperatura começa a subir novamente. Os rosés combinam muito com essa estação, pois são saborosos e harmonizam perfeitamente com diversos pratos, inclusive com sobremesas e entradas. Os brancos da uva Chardonnay são uma boa escolha também. Entre os tintos, as melhores opções são os de sabores mais adocicados, como o Pinot Noir.

Bom, no fim das contas, a temperatura ideal para vinho é aquela que você sente mais prazer ao degustar. É claro que existem temperaturas corretas de acordo com os especialistas, mas o gosto pessoal de cada um deve prevalecer, afinal, tomar vinho tem que ser sempre um ato de bem-estar e felicidade, concordam?

Gostou do conteúdo? Entre em contato conosco agora mesmo e conheça nossos planos!

Abrir Chat
Precisa de Ajuda?
Olá, podemos te ajudar?